sexta-feira, 8 de agosto de 2008

... O Acordar....


     Era mais uma noite como outra qualquer, ela estava completamente desligada do mundo apenas uma coisa lhe chamava a atenção. O sorriso que tinha e a canção que trauteava mostrava bem a alegria que tinha. A sua distracção era tanta que nem reparou quando ele entrou em casa e se encostou na ombreira da cozinha…


Ele ficou parado a admira-la, ela estava linda completamente compenetrada, mexia o que estava dentro do tacho com um carinho especial, deitava algo lá para dentro aos poucos e poucos enquanto trauteava uma canção para si mesma.


Ele entrou na sala e viu a mesa montada, uma toalha especial, candelabros com velas acesas, lareira acesa, música ambiente e um cheiro inebriante a canela, tal como ela fazia sempre quando queria que a noite ficasse na memória de ambos.


Sorriu como já não fazia a algum tempo, sentiu se bem consigo próprio e com a mulher que o trata com tanto carinho, pensou se merecia aquilo e atenção que ela dispensava com ele.
Voltou a entrar na cozinha, agarrou-a pela cintura com ternura e pousou lhe um beijo na face. Ela sorriu e abraçou o também, encosta a cabeça no seu ombro. Aquele cantinho que ela adora, onde sente o calor e o cheiro dele, e sussurra-lhe baixinho ao ouvido… temos um banho de espuma a nossa espera….


Juntos sobem as escadas que os leva a casa de banho, o banho já esta preparado, velas acesas a volta da banheira, agua quente cheia de espuma e um cheiro a canela inesquecível….


Ele sorri …


Segurou-a pela cintura e puxou-a para si, sentir aquele corpo encostado ao seu…
O desejo aumenta mais a cada momento... Entregaram-se à partilha daquele delírio... as mãos perseverantes de Miguel percorrem todo o corpo dela…



Subitamente ao fundo um som…


O despertador toca…..

Miguel acorda, o som desperta-o de novo a realidade de mais um dia de trabalho, o seu coração bate que nem um doido de tão apertado que esta.


Passa a mão pelo lençol vazio, falta algo ali!
Sentiu com mais clareza que nunca, que se sentia sozinho…


Ele queria que o outro lado da cama estivesse ocupado com alguém que realmente amasse…


Quem sabe um dia…

1 comentário:

Heri disse...

Que bom seria que, a realidade imitasse os sonhos!
Que bom seria ,que tudo fosse mel e vinho!
Que bom seria que a paixao fosse eterna!
Que bom seria....ou nao será?
Sera que podemos fazer da Vida um sonho?
Sera que a vida é doce como o mel mas nao a provamos devidamente?
Sera que a paixao é eterna,mas a vontade é que é finita?
Pergunto,pergunto......e so o silencio me responde...........


Muitos beijinhos linda.Adorei esta historia e fico a espera de mais.

pessoas vieram a este blog